O artigo original que aqui postei foi removido. Após muita celeuma decidi remove-lo pois achei que seria mais interessante fazer-nos pensar acerca de ranking de escolas em vez de simplesmente colocar um. O artigo original baseava-se na definiçâo de critèrios para avaliaçâo de escolas e depois na formação de um ranking de escolas de acupuntura.

A principal razão que me levou a alterar o artigo estava relacionada com o facto que não estava na disposição de estar a discutir egos de feudos com provocações desnecessárias em discusssões pouco construtivas. Por mais, é bastante chato estar sistematicamente a ouvir os mesmos comentários!

Continuo a pensar que no pequeno universo de escolas de acupuntura existentes existem algumas interessantes (dada a presente situação de não regulamentação) e outras ridiculamente más.

Fantasmas com ranking de escolas de acupuntura

Todos nós gostamos de pensar que a “nossa” escola é a melhor. Fazemos isso porque gostamos verdadeiramente da nossa instituição ou simplesmente nâo queremos lidar com o facto que fizemos uma má escolha.

Existem imensos alunos que se sentem enganados pelas suas escolas de acupuntura. Porque a publicidade que fazem é errada, porque tem consciência que estâo a aprender coisas erradas, porque chegam à conclusâo que aquilo que aprendem está longe de ser o necessário para se safarem no mercado de trabalho, etc…

Muitos alunos pensam em mudar de curso mas depois descobrem que as escolas de acupuntura vivem de costas voltadas umas para as outras. Os curriculos variam muito e nâo existe reconhecimento de cadeiras, noutras vezes os alunos pretendem mudar de escolas mas vem a descobrir que a escola nâo lhes vai dar nenhum certificado de cadeiras feitas. Umas escolas estâo desejosas de receber alunos de outras instituiçôes e a maioria nâo os quer perder.

Todas as escolas de acupuntura sâo as melhores sem nunca se dizer aquilo que realmente pensa sobre as outras… As piores.

Seria útil a muitos candidatos recentes terem este tipo de informaçôes sobre as escolas de forma a saberem no que se vâo meter. Mas faze-lo é ser mal educado, escrever “artigos sem sentido”, perseguir minorias, etc…

É preferível, na nossa lógica, permitir publicidade enganosa, aceitar cursos ridiculamente fracos, guerras silenciosas entre “partidários” de donos de escolas que defendem unicamente os seus interesses do que falar abertamente sobre muitos problemas que as instituiçôes tem.

Existem inúmeros rankings que se fazem sobre escolas. Os melhores departamentos de matemática do mundo, as melhores universidades portuguesas, as melhores universidades do mundo, etc… Mas se alguém tentar fazer um ranking nas escolas de medicina chinesa tem de lidar com críticas sobre estar a mando de alguém, estar a perseguir uma determinada escola, ser uma má pessoa, analogias simplistas e maioritariamemte erradas sobre uma espécie de evolução para os mais fortes e mercados neo-liberais que terminam numa espécie orweliana de livre concorrência, etc…

Vantagens de um ranking de escolas de acupuntura

Um ranking de escolas tem inúmeras vantagens desde aumentar a transparência a impôr pressão sobre as instituições para estas melhorarem o seu currículo. A classe fica beneficiada, os alunos ficam beneficiados e as escolas, mesmo que algumas vezes a contra gosto, ficam beneficiadas.

Em primeiro lugar oferece informaçâo mais correta aos candidatos aos cursos e aos alunos.

Em segundo lugar torna mais transparente a relação que existe entre alunos e instituiçâo.

Em terceiro lugar coloca em cheque as instituiçôes para que estas melhorem os seus curriculos: se existisse um órgâo independente e credível que as pessoas seguissem entâo as melhores instituiçôes iriam receber mais alunos e automaticamente colocar pressâo noutras instituiçôes para que evoluissem nesse sentido.

Estratégias para montar um ranking de escolas de acupuntura

Criar um painel de profissionais com boa formação e experiência clinica e de ensino que consigam chegar a acordo sobre formas de se avaliarem instituições: uma ilusão na nossa área.

Utilizar esse painel de especialistas de forma a estudar-se o curriculo académico que as escolas apresentam.

Abrir canais de comunicaçâo com alunos e escolas de acupuntura de forma a ser possível aos mesmos poderem apresentar as suas queixas e elogios relativamente à instituiçâo: iria oferecer uma imagem muito mais correta do valor da instituiçâo.

Facilmente se poderia criar um portal para criar uma comunicação bilateral e tornar transparente muitos dos problemas e dúvidas que existem hoje.

Publicitar os dados após análise dos mesmos para alunos e interessados.

Conclusão sobre um ranking de escolas de acupuntura

Muitos leitores meus criticam-me por escrever artigos provocadores. Para eles, se nós nos ajudássemos a crescer seria muito melhor do que provocações estéreis. Eu concordo que nos devemos ajudar a crescer. Mas como podemos evoluir para melhor sem receber criticas do que temos de pior? Eu tenho a minha empresa de formaçôes e todas as formaçôes que faço sâo avaliadas pelos alunos e essas avaliaçôes sâo publicadas. Os cursos estâo bem explicados, as informaçôes disponibilizadas. Eu acredito na transparência. Se me dizem que falta algo eu não fico ofendido. Aceito isso e melhoro o que estava feito.

O meu ranking de escolas de acupuntura está feito. E o seu?