Licenciaturas de medicina chinesa e uma pergunta sem resposta

Como não podia deixar de ser, volta e meia, aparece alguém no fórum MTC ou na comunidade medicina chinesa a fazer questões sobre licenciaturas de medicina chinesa. Este tipo de questões são bastante explosivas acabando sempre em discussões sobre a qualidade das licenciaturas de medicina chinesa. Eu, como sempre, não deixo de atacar as licenciaturas de medicina chinesa de fins de semana.

Desta vez o confronto deu-se no ForumMTC (que creio já nem existe), numa discussão já avançada iniciada por uma aluna da APA-DA com dúvidas existenciais relativamente ao curso em si e que se começava a sentir enganada pelo mesmo. Passo a transcrever o comentário dessa aluna, na sua totalidade:

“Sou aluna da APA-DA do 3º ano, infelizmente não conheço bem os meus colegas, os que conhecia foram desistindo, portanto sinto-me um pouco perdida…

Gostaria que algum  colega me pudesse esclarecer algumas dúvidas que me têm atormentado, após ler alguns tópicos espalhados pela net:

Consegue-se exercer REALMENTE MTC no final deste curso da  APA-DA? Quem chega ao 5º ano sente-se preparado para tratar doentes? Com segurança? Com eficácia?

Estranho muito estas aulas salpicadas de mês a mês, sem vestígios de prática clinica. Estranho estes exames até ao momento de escolha múltipla, com baixo grau de exigencia (na minha opinião). Há Alguns Professores bons, mas outros muito maus que se limitam a ler slides durante horas seguidas. A sugestão de “irmos experimentando nos familiares e amigos” – parece-me uma irresponsabilidade -pessoalmente quando não sei, não gosto de inventar, pricipalmente actos médicos sejam de que natureza for. E esta questão de termos um paciente para treino (que acho normal, até deviamos ter muitos)mas que tem de PAGAR consultas numa clínica privada??? Começo-me a sentir enganada, será só uma sensação minha?

Seria muito mais eficaz termos aulas menos extensas mas todos os fins de semana…foi isso que eu pensei que aconteceria quando me inscrevi… Desta forma o conhecimento é disperso e a prática inexistente… O que será de um prifissional de saúde sem prática…sem experiencia…sem conhecimentos consolidados???

Cumprimentos aos colegas…”[i]

A minha opinião, bastante conhecida nos nossos meios, é simples: as licenciaturas de medicina chinesa de fim de semana são academicamente pobres. A sua grande vantagem é serem economicamente rentáveis para as pessoas à frente da escola. Obviamente que sou sempre acusado de ser imparcial, pretencioso e desonesto.

Uma simples pergunta

Gosto sempre de colocar uma questão à qual ninguém responde directamente: qual é a classe profissional que aceite licenciaturas de fim de semana para a sua formação base? Técnicos, médicos, fisioterapeutas, enfermeiros, dietistas, entre outros. Qual destas profissões de saúde acha que licenciaturas baseadas em aulas de um fim-de-semana por mês (quando muito) são suficientes para a sua aprendizagem? Isto para não falar na anedota que são as aulas práticas ou os estágios clínicos, até há pouco tempo inexistentes.

Da última vez que levantei esta questão, recebi a resposta de um dos intervenientes do ForumMTC, Milonga:

“relativamente aos cursos de fim de semana,estou a concluir um doutoramento e há mais de 2 anos que não tenho aulas.Tive 2 dias por semana no primeiro ano e qdo terminar o doutoramento vou ser prof.Dr:Isso diz-te alguma coisa?”[ii]

Efectivamente isto diz-me que um doutoramento é diferente de uma licenciatura. E que há doutorados em Portugal que não sabem a diferença entre um e outro. Já agora, o mestrado também é diferente da licenciatura. Mas a questão que se coloca é em relação à formação base, à licenciatura.

Qualquer profissional de saúde consideraria desprestigiante passar-se a sua licenciatura de tempo inteiro para licenciaturas de fim-de-semana. No entanto, no mundo lusitano da Medicina Chinesa, estes cursos são perfeitamente válidos. Qualquer profissional de saúde diria de imediato que não se consegue ensinar a mesma coisa, com a mesma qualidade nas licenciaturas a tempo inteiro ou nas licenciaturas de fim-de-semana.

A questão continua sem resposta, pelo menos da parte dos aderentes das licenciaturas de fim-de-semana. Qual a classe profissional regulamentada que aceite este tipo de licenciaturas na sua formação base? E o leitor, o que pensa disto?

NOTAS FINAIS


[i] http://mtcforum.net/comunidade-de-mtc/curso-da-apa-da-duvidas-existenciais/

[ii] http://mtcforum.net/comunidade-de-mtc/curso-da-apa-da-duvidas-existenciais/45/