Project Description

Enxaquecas: surgem em média 2 vezes por mês e duram 2 a 3 dias.

Stresse-ansiedade

Enxaquecas na altura do período menstrual e em tempos húmidos.

Luminosidade também desencadeia enxaqueca.

HISTÓRIA PRESENTE

Muito calor ou muito frio desencadeiam enxaquecas.

Prefere frio ao calor.

Alterações atmosféricas desencadeiam sintomas.

Surgiram desde os 13/14 anos pouco depois da menarca (11/12 anos).

Começaram por ser cíclicas (com o período menstrual) e depois associaram-se a alterações atmosféricas.

Enxaquecas presentes durante o período menstrual.

Sensação de peso na cabeça.

Agrava a seguir ao almoço.

Dor tipo facada na região do taiyang, frontal e supra-orbital.

Cefaleia no vértice com sensação de muita pressão. Não é tão dolorosa quanto a 1ª.

Cervicalgia e dor occipital.

Todas as dores aliviam com frio.

Na presença de dor: vê pontos brilhantes; fotofobia, vómitos e náuseas; intolerância a barulhos fortes e mais raramente diarreia.

Tem vesícula preguiçosa: quando come queijo, enchidos e gorduras fica com enxaqueca.

HISTÓRIA PESSOAL

Tem arritmia

Faz muitas contracturas musculares

Passa muito tempo em frente ao computador.

OUTROS SINTOMAS

Sensação de calor na cabeça

Tonturas

—- estes sintomas por vezes são prodrómicos

Diminuição da acuidade visual – mais comum há noite.

Sensação de pressão no peito que surge com estados de ansiedade.

Irritabilidade gera enxaquecas e opressão torácica.

Irrita-se e a seguir chora porque se sente irritada.

Contêm irritabilidade.

Sem boca ou garganta seca.

Sem suores nocturnos.

Irritabilidade e ansiedade desencadeiam arritmias.

Costuma ter lapsos de memória (esquece-se do que vai dizer).

Emoções reprimidas – raiva reprimida.

Sono regular – por vezes acorda por causa da arritmia.

Irritabilidade gera dificuldade em adormecer – agitação psicológica e astenia física.

Pequenos derrames.

Varizes.

MENSTRUAÇÃO

Pílula há 10 anos.

Ciclo regular.

Sangue vermelho normal.

Sem coágulos.

Antes da pílula:

Muito irregular.

Coágulos

Sem alterações significativas na cor do sangue.

LÍNGUA

Rosada, húmida, ligeiramente marcada pelos dentes

Mais rosada no centro.

PULSO

Mais forte na posição média

Curto, fino e ligeiramente tenso (?)

Mersil 1 – anticoncepcional

Nimed ou Avamigram – enxaquecas

Lexotan – ansiedade

Enxaqueca por Humidade-Calor na VB e estase de sangue.
A Humidade-Calor também está associada a Rebeldia de Qi. Estagnação de Qi do Fígado também pode ser um dos padrões causais da enxaqueca e pode estar a gerar ou associado a um padrão de vazio de sangue.
Eliminar Humidade-Calor da VB

Aliviar enxaqueca

Mover Qi

Acalmar rebeldia de Qi

Acalmar a Mente

2ª consulta para tratar enxaqueca com acupuntura

Esta semana não teve enxaquecas (era comum ter semanas sem enxaquecas)

O tempo tem estado húmido.

Tem sentido stresse e ansiedade – vizinhos e trabalho.

Irritou-se – sentiu sangue a pulsar na cabeça mas não teve dor.

Opressão torácica diminuída

Irrita-se – opressão torácica agrava ligeiramente e surgem arritmias.

Esta noite dormiu pior – sentiu muito frio e acordou muitas vezes.

Esta semana dormiu 2 noites bem.

LÍNGUA

Vermelha/rosada

Ligeiramente sem capa

Ligeiramente marcada pelos dentes

Húmida

PULSO

Mais forte e ligeiramente tenso

3ª consulta para tratar enxaqueca com acupuntura

Enxaqueca – de ontem para hoje

Mais focalizada na região do yintang e na região occipital.

Intensidade mais diminuída.

Sem vómitos ou enjoos.

De início doem na região taiyang.

A dor surgiu com alterações atmosféricas.

Dor com sensação de peso.

Sem cefaleia no vértice.

Sem sensação de calor na cabeça.

Quase sem tonturas.

Sente-se menos irritada.

Sem opressão torácica.

Arritmias no Sábado sem factor causal aparente.

LÍNGUA E PULSO

Idênticos – pulso ligeiramtente tenso-deslizante (?) 80ppm irregular

4ª consulta para tratar enxaqueca com acupuntura

Saiu da consulta sem dores

Há noite teve uma má notícia (pai hospitalizado) e as dores voltaram com menos intensidade.

Sensação de peso muito ligeira.

Período menstrual começou domingo e está quase a acabar.

Teve cefaleia occipital e ligeiramente no yintang mas menos intensas.

Costumava ter dores durante o período menstrual quase todo.

Sem cefaleia no vértice.

Ligeira diminuição da acuidade visual

Sem tonturas.

Sem pressão no peito.

Irrita-se mais durante o período menstrual – continua.

9ª consulta para tratar enxaqueca com acupuntura

Ùltima 2ª feira teve ameaça de enxaqueca mas não chegou a ter dor.

Sem opressão torácica.

Arritmia

Alguma irritabilidade profissional.

Teve uma tontura no Sábado – quando passeava no jardim.

11ª consulta para tratar enxaqueca com acupuntura

SEM ENXAQUECAS OU CEFALEIA

Sem tonturas

Teve palpitações – episódio suave

Sem opressão torácica, nem irritabilidade.

13ª consulta para tratar enxaqueca com acupuntura

Esteve bem até domingo – acordou com cefaleia: começou na região occipital com grande sensação de peso e durou até terça.

Hoje já só tem uma pequena impressão.

Sentiu náuseas.

Cefaleia na segunda foi bastante intensa.

Sem tonturas.

Palpitações ocasionais.

LÍNGUA

Marcada pelos dentes

Ligeiramente arroxeada no centro e pálida nos bordos

Húmida.

17ª consulta para tratar enxaqueca com acupuntura

DOR OCCIPITAL IRRADIOU PARA OS OMBROS NO DOMINGO E segunda-feira agrava a dor se baixar a cabeça

Sem enxaqueca

Sem náuseas

Sem vómitos

Sem tonturas

Palpitações ocasionais

Ligeira sensação de peso e opressão no 17VC e com necessidade de suspirar.

Palpação de pontos dolorosos no esterno cleydomastpoideu – possíveis pontos gatilho.

Link para artigo
Link para artigo
Link para artigo
Link para artigo

Tratar enxaqueca com acupuntura

Paciente do sexo feminino com 53 anos de idade recorreu às consultas de acupuntura devido à presença de enxaquecas. As enxaquecas existiram grande parte da vida da paciente (desde os 13 anos) e condicionavam bastante a sua vida ao longo do mês. Em média surgiam 2 a 3 vezes ao mês com duração de 2 a 3 dias.

Paciente apresentava um conjunto complexo de sintomatologia com associação de padrões clínicos. A terapêutica usada foi acupuntura.

Ao todo foram feitas 17 consultas (até ao momento que os dados foram recolhidos para apresentação). As primeiras 8 consultas foram feitas semanalmente. As restantes 9 consultas foram feitas com 2 a 3 semanas de intervalo. A paciente mostrou necessitar de tratamentos de acompanhamento de forma a controlar os sintomas mas respondeu muito bem aos tratamentos, com grande melhoria na qualidade de vida.