Project Description

Síndrome do pânico.

Ataques de Pânico.

Durante os ataques de pânico sente:

– língua dormente

– boca seca

– sente-se a desfalecer

– subida de calor no corpo depois alternada com sensação de frio no corpo

– Mãos suadas

– pernas com tremor físico

– dificuldades respiratórias.

– sem suores nocturnos

– sensação de peso na cabeça

HISTÓRIA DA QUEIXA PRINCIPAL

Teve início há 3 anos (a experiência/trauma que possa ter provocado o início do síndrome do pânico foi retirada!).

Após experiência/trauma deixou de sentir o corpo e começou a ficar com fobia às pessoas.

HISTÓRIA PESSOAL

Refere que pai é muito ansioso.

Mãe sofria de ataques de pânico aos 25 anos.

A paciente tem 20 anos.

OUTROS SINTOMAS

Sente sempre grande ansiedade.

Factores causais dos ataques de pânico: locais fechados, locais com muitas pessoas – incapacidade de estar perto de muitas pessoas (agorafobia), especialmente se não tiver acompanhada.

Namoro durante 2 anos. Começou com inicio das crises e acabou há 1 ano.

Os ataques de pânico diminuíram após o fim do namoro.

O último ataque de pânico foi em Dezembro.

Paciente refere sentir sempre uma grande ansiedade.

Sente grande tensão no pescoço.

Também refere enxaquecas com vertigens

– surgiram com os ataques de pânico

– regra geral são frontais – supraciliares

– ansiedade gera enxaqueca

– enxaqueca durante o período menstrual

Tem vida muito ativa mas pouca vida social .

Costuma sentir espasmos musculares quando está muito tempo quieta (movimento involuntários).

Melhoram com movimento.

Pele seca – pés e mãos. Não é muito significativo.

Sente alterações ritmo cardíaco.

Sente palpitações quando tem mais ansiedade.

Também fica com sensação de caroço na garganta, boca e garganta secas.

Também refere dificuldades respiratórias nesta altura.

Sem sintomas digestivos.

Urina pálida – bebe bastante água.

Refere que é muito sensível.

Tem tendência para chorar bastante.

Irrita-se com facilidade.

Sono:

– dificuldade em adormecer

– sonha muito – sonhos são estranhos.

– agitação psicológica com astenia física.

– sente-se cansada quando acorda.

PERÍODO MENSTRUAL

28 dias regular

Má disposição antes do período

Fome

Dor no 1º dia

Dor constante

Dores mamárias antes do período menstrual

Inchaço mamário

Irritabilidade

Ataques de pânico mais comuns nestas alturas

Fica com vontade de chorar – esta vontade de chorar não é limitada ao período menstrual

Antes da pílula

– irregular

– tinha dores durante todo o período menstrual

– cólicas nos glúteos

OBSERVAÇÃO

O olhar da paciente parece perdido.

Altera de alegria para apatia muito rapidamente.

Parece adormecida como se tivesse sobre o efeito de drogas.

Rói as unhas.

OUTROS DADOS

Acompanhada por um psicólogo todas as semanas desde há 2 anos. Antes era acompanhada por outro psicólogo mas desistiu.

Acompanhada por uma psiquiatra desde Novembro.

PALPAÇÃO

Pontos gatilho ativos no esterno cleydomastoideu.

Trigger activos no trapézio e suboccipitais.

Efexor – anti-depressivo.

Tramidol – calmante.

Pílula há 3 anos

Vazio de yin com mucosidades. O principal diagnóstico será o vazio de yin com mucosidades. Os sintomas de secura associados ao vazio de yin estão presentes assim como padrões secundários decorrentes deste padrão como a Súbida de Yang. O agravamento dos sintomas também parece indicar a formação de um padrão secundário de humidade.

Por seu lado a análise aos padrões de sono pareceu indicar a presença secundária (atendendo à queixa principal) de vazio de sangue.

Acalmar a mente

Nutrir Yin

Eliminar Humidade-Mucosidade

Regular Aquecedor Superior

Eliminar vento

Acalmar a dor

2ª consulta de medicina chinesa para tratar síndrome do pânico

Nos primeiros dias sentiu-se muito calma.

A Meio da semana a ansiedade voltou a piorar. Neste momento está semelhante ao que estava antes do tratamento.

Sente-se menos irritada.

Conseguiu andar de transportes públicos sozinha – a pedido da psicóloga e psiquiatra.

Quarta – apareceu período menstrual.

Sentiu melhoras na dor de cabeça associada ao período menstrual.

Sentiu menos vontade de fumar.

Chorou e continua a sentir necessidade de chorar.

Menos dores mamárias antes do período menstrual.

Sem tonturas

Aumentou a medicação da psiquiatria (efexor).

3ª consulta de medicina chinesa para tratar síndrome do pânico

Desde a segunda consulta de acupuntura que não precisou tomar o calmante (tramidol). – não se lembra de ter estado 2 semanas sem tomar o calmante.

Sentiu boca e garganta secas 2 dias após a consulta. – parece que a estimulação de pontos gatilho no esternocleydomastoideu desencadeiam este sintoma.

Última semana sentiu algumas insônias – quando se encontrava mais cansada – acorda durante a noite.

Teve 1 semana no algarve.

Semana antes andou de transportes sozinha.

Foi a um concerto e não teve problemas.

Continua sem sentir vertigens.

Palpação dos esternos indicaram a presença de pontos gatilhos.

4ª consulta de medicina chinesa para tratar síndrome do pânico

Prisão de ventre desde que começou os tratamentos de acupuntura.

Esta semana teve mais ansiosa. – tomou calmante 1 vez.

O período veio 1 semana mais cedo (7 dias).

Sem sintomas de síndrome pré-menstrual:

– sem dor abdominal nem pontadas

– sentiu fome

– Chorava a partir do nada e agora não chora (chorou uma vez porque se emocionou com uma coisa)

Saiu há noite para os santos populares

– ansiedade antes de ir mas depois ficou bem.

Tem sentido mais dores de cabeça – ensaios e espétaculo tem provocado mais nervosismo.

Grande agitação mental.

Não tem conseguido adormecer.

Sem tonturas desde o início dos tratamentos.

Sem palpitações.

Por vezes sente a boca e garganta secas.

Sem irritabilidade.

Sem sensação de caroço na garganta (associado a períodos de choro mas não se tem manifestado. Costuma ser acompanhada de boca e garganta seca!).

Não tem sentido espasmos musculares: aparecem quando está mais ansiosa.

Se ficar com o pescoço parado muito tempo este começa a tremer – olhar para algo, falar com alguêm.

5ª consulta de medicina chinesa para tratar síndrome do pânico

Ficou sem tomar calmantes

Sábado teve dor de cabeça com tonturas: foi para um after-hours e ficou muito cansada.

6ª consulta de medicina chinesa para tratar síndrome do pânico

Sem tomar calmantes.

Sono mais descansado.

Dor de cabeça no dia de estreia da peça de teatro: foi sair há noite (discoteca) e deitou-se tarde. De resto não teve dores.

Ansiedade ligeiramente depois da peça de teatro e teve uma crise de ansiedade.

Tomou 1 calmante para dormir.

Link para artigo
Link para artigo
Link para artigo
Link para artigo

Síndrome do pânico tratado com medicina Chinesa

Alguns dados foram retirados propositadamente da descrição deste caso sobre síndrome do pânico. No entanto os dados retirados não são suficientemente importantes para colocar em causa a análise semiológica apresentada.

Paciente do sexo feminino, com 20 anos de idade, recorreu às consultas de acupuntura devido à presença de ataques de pânico. Apesar de não ter sido feito diagnóstico tradicional chinês, foi realizada a análise semiológica e foram definidos princípios terapêuticos enquadrados na medicina chinesa para tratamento do síndrome do pânico.

As terapêuticas usadas foram a acupuntura, inicialmente, e a matéria médica (fitoterapia) passadas umas consultas iniciais. Na acupuntura os pontos foram pensados de acordo com a teoria dos meridianos aliada à selecção de pontos gatilho.

A paciente respondeu positivamente aos tratamentos notando-se melhora a nível de muita da sua sintomatologia de síndrome do pânico (ansiedade, insônia, irritabilidade, dor de cabeça, etc…) e uma diminuição da toma de medicação ocidental. Ao final de 6 consultas de medicina chinesa a paciente desistiu por motivos pessoais.