Project Description

Rinossinusite crónica

Tem 32 anos

Sofre de rinossinusite desde os 13 ou 14 anos.

Já fez 3 cirurgias – sem sucesso.

Congestão nasal.

Secreções nasais que não saem.

Mau cheiro.

Opressão atrás dos olhos.

Corrimento espesso esbranquiçado. Nas alturas de maior agravamento é amarelado.

Sem expectoração.

Sem sintomatologia de garganta.

Acredita que o calor agrava os sintomas, mas o problema mantêm-se o ano todo.

Sem associação com alterações atmosféricas.

Sensação de peso no nariz e olhos.

Vento não é factor causal mas sente alguma reação ao ar condicionado.

Tem cefaleia mas sem alterações visuais.

1 a 2 dias de dor por semana: antes era pior mas melhorou com cirurgia.

Cefaleia localizada atrás dos olhos e acima do nariz.

Dor algumas vezes acompanhada de sensação de peso.

Zirtec

Spray nasal

Vento-humidade-calor?

 

EXPLICAÇÃO

O vento e o calor parecem estar presentes mas não são os padrões mais relevantes.

A sensibilidade ao ar condicionado parece indicar a existência de vento externo, apesar do paciente não sentir agravamento com exposição ao vento.

O possível agravamento com calor parece indicar a existência de um padrão de calor. A alteração de cor da rinorreia de branca para amarelada e o cheiro forte também são indicativos da existência de padrões de calor.

A sensação de peso pronunciada é o sintoma mais indicativo de um padrão de humidade. O facto de existir rinorreia espessa ajuda a sustentar a existência de um padrão de plenitude associado.

Tratar biao e ben.

Dispersar vento

Eliminar humidade

Aclarar calor

O paciente não apresentou nenhuma alteração significativa dos seus sintomas de rinosinusite ao longo e 3 consultas.
Link para artigo
Link para artigo
Link para artigo
Link para artigo

Rinossinusite tratada com medicina chinesa

Paciente do sexo masculino, 32 anos, recorreu às clinicas de medicina chinesa devido à presença de rinossinusite crónica. O paciente apresentava 3 cirurgias sem sucesso no tratamento da rinosinusite.

O paciente referia a existência de congestão nasal, rinorreia, opressão atrás dos olhos, sensação de peso no nariz e olhos, cefaleia, etc…

O diagnóstico de medicina chinesa levantou dúvidas e aparentava tratar-se de padrões de vento-humidade-calor. Os tratamentos selecionados foram a acupuntura pensada de acordo com os princípios da acupuntura tradicional chinesa e a matéria médica (fitoterapia chinesa).

Existia a dúvida sobre a real utilidade da medicina chinesa neste paciente uma vez que a rinosinusite estava a ser provocada por alterações estruturais nos seios nasais.O paciente já tinha realizado 3 cirurgias para tentar eliminar o problema sem sucesso. O paciente fez 3 tratamentos ao longo dos quais não sentiu melhoria nenhuma e preferiu desistir dos tratamentos de medicina chinesa.