Project Description

Dor no membro inferior direito.

Tem prótese na anca – cirurgia em 2000.

Dor surgiu há 15 dias.

Dor no percurso do meridiano da VB – bordo externo do membro inferior.

Tem inicio na coxa e termina na parte inferior da perna sem afectar o pé.

Melhora com movimento: numa fase inicial agrava e depois melhora. Paciente sente-se melhor a andar.

Não dói na cama: agrava quando faz os 1º movimentos.

Sem relação conhecida com frio ou calor.

Sem sensação de peso.

Sem sensação de tensão muscular.

Pressão desencadeia dor acima do 34VB e do 31VB.

MEMBRO SUPERIOR ESQUERDO

Não tem formigueiro.

Sente dor no braço – bíceps.

Dor associada a movimentos musculares: flexão e abdução.

Dor à pressão no ponto 12ID.

ANTEBRAÇO DIREITO

Não sente dor

Formigueiro na parte dorsal da mão.

Melhora com movimento: move os dedos e volta a ter sensibilidade.

Agrava há noite e com repouso.

2ª consulta para tratar dor e dormência nos membros

ontem tomou um algimat – dor.

ficou a semana toda sem tomar analgésicos. Antes tomava 3 a 4 comprimidos analgésicos por semana.

Sentiu melhorias no ombro esquerdo.

o formigueiro praticamente desapareceu.

dor na perna está mais aliviada.

Duração da dor semelhante ou ligeiramente diminuida.

3ª consulta para tratar dor e dormência nos membros

MEMBRO INFERIOR DTO

ontem esteve muito mal. Dor na parte antero-externa-superior (meridiano do estômago) da anca. Andou bastante. Não doeu abaixo do joelho.

No resto da semana esteve menos mal.

Hoje não apresenta dor.

sente diminuição da dor.

algimat. – tomou 3 comprimidos esta semana.

OMBRO ESQUERDO

com alterações?! interrompeu-se o tratamento.

ANTEBRAÇO DTO

1 dia sentiu um ataque de formigueiro mas mais suave.

Nos outros dias não tem sentido nada.

4ª consulta para tratar dor e dormência nos membros

Perna direita com grandes melhoras. Dor desaparaceu.

Deixou de andar com canadianas. Usa chapeu de chuva para andar.

Dor na lombar presente mas mais atenuada. Mais fraca e desaparece mais rapidamente.

Tomou dois algimat – dor quando se levanta.

Dor no joelho atenuou.

ANTEBRAÇO

Sem sensação de dormência na mão dta.

Por vezes uma picada forte nas costas da mão.

Melhora com movimento

OMBRO DIREITO

Manipulação em Agosto para melhorar dor – vértebra do pescoço deslocada.

Melhorou bastante do ombro nessa altura.

Tinha dor com movimento muito limitado. Neste momento está sem dor e sem dificuldade de movimento.

5ª consulta para tratar dor e dormência nos membros

Dor na perna dta continua desaparecida.

Dor lombar ligeiramente aliviada.

Dormência na mão dta continua presente mas mais aliviada. Já só surge durante a noite.

6ª consulta para tratar dor e dormência nos membros

Dor na perna dta continua desaparecida.

Dor lombar aliviou bastante.

Dormência na mão ocasional que surge durante a noite.

7ª consulta para tratar dor e dormência nos membros

Sem dor na perna.

Dor lombar continua a aliviar. Sente grande facilidade em levantar-se. Sem dor tipo facada.

Dormência na mão desapareceu.

sente a mão esquerda fria. Mão apresenta pequeno edema.

8ª consulta para tratar dor e dormência nos membros

Quando se senta em coisas moles fica com dor quando começa a andar. Em bancos duros a dor não surge.

De resto sem sintomatologia na perna.

a dor na anca também desapareceu.

pensa que as mudanças de tempo provoquem cansaço.

muito stresse familiar: marido tem alzheimer e é problemático.

Link do artigo
Link do artigo

Link do artigo
Link do artigo

Título do caso clinico

Paciente do sexo feminino com 85 anos. Paciente recorreu às consultas de acupuntura devido a dor intensa que afectava o membro inferior direito. Secundariamente a paciente ainda apresentava dor no membro superior esquerdo que afectava a região do bíceps e se encontrava associada a movimentos específicos e dor no membro superior esquerdo que afectava a mão e antebraço. Ambos os membros apresentavam dormência alternada com períodos de dor.

Os tratamentos foram dirigidos à queixa principal (dor no membro inferior) e às queixas do membro superior direito. A paciente apresentou melhoras significativas relativamente aos tratamentos. A paciente começou a diminuir a medicação para as dores, começou a ter crises mais espaçadas. A dor e a dormência tornaram-se menos intensas e frequentes até desaparecerem completamente.

Ao todo foram realizados 8 consultas ao longo de 3 meses até ao desaparecimento completo dos sintomas. A terapêutica seleccionada foi a acupuntura, sendo a selecção de pontos de acordo com o sistema nervoso o método de selecção de pontos usado.