O yin é, tal como entendido na Medicina Chinesa, responsável pela humidificação dos tecidos e por enraizar o yang. A partir do momento em que o yin se encontra debilitado assiste-se a um ligeiro aumento de yang pelo que um padrão clínico que se caracterize por um vazio de yin apresentará os seguintes sintomas:

Sintomas do Vazio de yin

1. Agitação:

a pessoa não consegue estar quieta, sente-se mais agitada do que é normal pois a há a subida de yang. A agitação pode ser interna ou externa e dividida em 2 aspectos: física, mental. Caso o vazio de yin afecte o fígado sintomas de irritabilidade podem surgir.

2. Insónia:

este sintoma pode caracterizar-se por uma dificuldade inicial em adormecer (vazio de sangue), acordar repetidas vezes durante a noite (vazio de yin), ou acordar cedo demais sem a sensação de ter repousado o suficiente e sem conseguir voltar a adormecer. O yin representa a noite e recompõe-se durante a noite. Com o vazio de yin, dá-se um aumento de yang que dificultará o sono ao paciente provocando insónias. As insónias características do vazio de yin são caracterizadas por acordar várias vezes durante a noite, sendo a dificuldade em adormecer uma característica do vazio de sangue.

3. Calor:

é um complexo de sintomas exactamente simétricos do complexo frio com sintomas tais como: mãos e pés quentes, sensação de calor no corpo, agravamento com exposição ao calor, intolerância ao calor. A diminuição de yin provoca um aumento do calor corporal, em particular, nas mãos e pés. É costume o paciente argumentar que não conseguia dormir bem e que teve de colocar os pés fora do cobertor.

4. Febre vespertina:

o aumento da temperatura corporal, com o desenvolvimento de febre, ao fim da tarde é um indício de um vazio de yin e é um sintoma muito comum que pode ser detectável ao termómetro. A pessoa com vazio de yin vai sofrendo um aumento da temperatura à medida que o dia corre ao contrário do vazio de yang em que a temperatura da pessoa tende a baixar ao longo do dia.

5. Suores nocturnos:

perda de líquidos orgânicos durante a noite e indicia um vazio de yin. È considerado um sintoma de calor. O vazio de yin estimula uma hiperactividade do yang que o yin não consegue controlar. Como tal os líquidos orgânicos são levados pelo Yang para o exterior sendo expelidos como suor. Existe também a importância da associação deste sintoma com os outros como sensação de calor, agitação física e psíquica, insónia, etc…

6. Boca e garganta secas:

a falta de yin para humedecer o corpo acaba por provocar uma sensação de sede e a impressão de ter a boca e a garganta secas. Em casos mais severos pode existir o desejo de beber líquidos frios mas em pequenas quantidades. Quando existe um grande quadros de secura ou mesmo lesão das mucosas com desejo de beber bebidas frias em quantidade e aversão a bebidas quentes presume-se a existência de um quadro de plenitude calor.

7. urina escura e escassa é comum quando o vazio de yin afecta o Rim. A obstipação também é um sintoma de Vazio de Yin que pode decorrer de casos mais graves de vazio de yin.

8. Cara vermelha:

é um sinal de calor que tanto existe no vazio de yin como noutros quadros de calor como plenitude calor, vento-calor e humidade-calor.

9. Língua vermelha:

surge nas situações de vazio de yin e plenitude calor, contudo, no vazio de yin não apresenta revestimento lingual e em situações de plenitude calor apresenta revestimento lingual de cor amarela.

10. Pulso fino, superficial e rápido:

o pulso fino é um indicativo de um quadro de vazio, enquanto que as características, rápido e superficial, indiciam uma patologia de natureza quente. A característica superficial, não indicia, neste caso, a localização da natureza da doença. Como o yin se encontra debilitado o yang tende a vir para cima, para a superfície. É necessário cuidado na avaliação dos casos pois uma gripe, que é uma penetração de vento-frio externo, tende a apresentar pulso superficial. Isto explica-se porque o Wei Qi (Qi defensivo) acorre à superfície para combater o frio e o pulso sente-se superficial.